8 Dicas para você viver na Alemanha

Reading time: 11 minutes

Assista esta matéria no YouTube clicando aqui!

Por que tanta gente sonha em viver e trabalhar na Alemanha?

vou te dar alguns exemplos aqui agora e daqui a pouco vou te mostrar como fazer para se mudar para este país, que tem uma das melhores qualidades de vida do mundo.

A primeira coisa, é a qualidade alemã.

O que isto quer dizer?

Quando algo é feito na Alemanha, eles se esforçam para fazer aquilo da melhor maneira possível.

Os órgãos públicos que fiscalizam as obras públicas são sérios e não deixam as coisas serem feitas pelas coxas.

Com isto, você acaba tendo pequenos detalhes, os quais quem mora lá, nem percebe, mas que fazem uma diferença enorme na sua vida.

Um exemplo disto, seria uma calçada sem buracos e que te possibilita andar com um carrinho de bebe, cadeira de rodas ou mesmo um carrinho de compras, sem ter que desviar para a rua, onde seria lugar dos veículos e não de pessoas.

Também temos que falar das estradas alemãs, consideradas as melhores do mundo.

Buracos e falta de sinalização, são coisas que aqui não existem.

Nas Autobahn, como são chamadas as estradas lá, existem trechos onde não há limite de velocidade e você pode andar na velocidade que quiser. Porém esta liberdade vem com o preço de você ter que se manter às regras e se você não as respeitar, pode saber que a polícia vai te pegar, já que todas as estradas são monitoradas.

Enquanto isto, a grande maioria das estradas brasileiras sofrem com o abandono, buracos e falta de sinalização. Os motoristas não tem opção a não ser entrar na contramão para evitar buracos. Com os constantes danos aos veículos, o custo do frete aumenta e se o dano for grande, o dono do caminhão terá que fazer hora extra para conseguir quitar as contas. Assim acaba dirigindo cansado e pode vir a causar acidentes.

TA TUDO ERRADO….  

A segunda coisa seria a qualidade dos serviços básicos.

Por exemplo os serviços de transporte público.

Como já abordamos em um vídeo anterior, (mostrar thumbnail “Viciados em Coisas Ruins”), os ônibus na Alemanha e Europa em geral, são de piso baixo, facilitando o ingresso de idosos e deficientes ao veículo. Enquanto no Brasil, temos que literalmente escalar para entrar no ônibus.

Se na Alemanha você decidir não ter um carro, por exemplo, você consegue tranquilamente se locomover com qualidade. Fora disto, você pode ter uma bicicleta, por exemplo, e deixar ela na calçada com uma corrente simples, tendo a certeza de que quando voltar, a bicicleta ainda estará no mesmo lugar.

Isto nos leva ao terceiro ponto, que seria a segurança pública.

Em um senso efetuado pelo OSAC – Overseas Security Advisory Council, que é uma organização ligada ao departamento de estado americano, a Alemanha é considerada um país seguro com grandes centros urbanos considerados áreas de nível 2, ou seja, onde você deve prestar mais atenção quanto aos seus pertences pessoais, como em qualquer grande cidade do mundo.

Os níveis de segurança da OSAC são classificados em

Nível 1: Tenha cuidado Normal

Nível 2: Tenha cuidado redobrado

Nível 3: Considere não ir para este país

Nivel 4: Não viaje para este país

O interessante é que o Brasil é qualificado da mesma maneira que a Alemanha, ou seja, no nível 2.

Porém na página do Brasil no site da OSAC, existem diversos avisos que chamam a atenção do turista para os sequestros relâmpagos, crimes por diferença racial e de opção sexual, bem como assassinatos, doenças e falta de policiamento.

Vou deixar o link do reporte de 2020 da OSAC na descrição.

Temos que observar que no reporte da Alemanha, existem números concretos de quantos arrombamentos, assaltos e furtos ocorreram no país em 2020. Enquanto no reporte do Brasil, não existe nenhuma estatística.

Mesmo tendo a mesma qualificação, na Alemanha não se houve falar em sequestros relâmpagos, roubos armados em lugares públicos e nem de arrastão em praias ou prédios.

Tanto que a Alemanha está em 22º lugar na listagem do World Peace Index enquanto o nosso Brasil está em 116º lugar.

Mas se o país germânico é tão bom, porque não temos mais brasileiros se mudando para lá?

A resposta está nas dicas em como seu mudar para a Alemanha, que vou te dar agora.

Seja um PATREON, patrocinador do canal e participe de lives exclusivas. Você também terá direito ao acesso à COMUNIDADE CIDADÃO DO MUNDO onde serviços como cursos de idiomas são oferecidos com descontos incríveis. CLIQUE AQUI para se inscrever.

Primeiramente, mudar para qualquer lugar pode ser um desafio, mas mudar para a Alemanha pode parecer mais rígido devido a toda a papelada que a Alemanha exige. Ahh e o idioma, sim, o alemão é requerido!

No entanto, se você seguir estas dicas que vou te dar agora, terá tudo de que precisa para começar.

Número 1: Seguro Saúde

O seguro saúde, ou Krankenversicherung é obrigatório e sem ele você não poderá obter sua autorização de residência. Consequentemente, isso também significa que você não poderá viver, trabalhar ou estudar na Alemanha.

Agora que deixamos isto bem claro, existem duas opções de seguro saúde na Alemanha: seguro saúde público e seguro saúde privado.

A maioria das pessoas opta pela cobertura estatal; no entanto, a escolha depende de seu status profissional e salário. Se você está indo para a Alemanha em busca de emprego, lembre-se de que seu empregador o inscreverá automaticamente no serviço público e as taxas serão descontadas de seus salários.

O seguro privado é caro e geralmente só pode ser contratado depois de você estar inscrito no sistema público, sendo o seguro particular vendido mais como sendo um seguro suplementar.

Número 2: Moradia e registro de residência

Achar um lugar para se morar na Alemanha não é tão simples assim, principalmente nas grandes cidades existe uma escassez de habitações acessíveis e razoáveis.

Geralmente existem dois tipos de imóveis que você pode alugar, imóvel mobiliado ou não.

A melhor maneira de encontrar a casa dos seus sonhos seria através dos diversos sites imobiliários.

Uma outra opção seria morar em casas compartilhadas, que seriam como uma república no Brasil e que podem ser encontradas no site da WG-Gesucht.

Depois de encontrar um lugar para morar, assinar seu contrato de aluguel e obter um certificado de residência do seu senhorio, você precisará registrar o seu endereço num prazo máximo de 14 dias.

Isto geralmente é feito no escritório de cidadãos. Esse escritório pode ser o Einwohnermeldeamt, ou seja escritório de registro como são chamados no sul da Alemanha ou então o Bürgerbüro ou em português escritório do cidadão como são chamados no norte. Se não existir nenhum dos dois na sua cidade, procure a prefeitura ou Rathaus onde este processo poderá ser realizado.

Este processo é obrigatório pois somente assim você poderá receber a sua identidade pessoal alemã, Personalausweis.

Número 3: Conta bancária

Abrir uma conta bancária na Alemanha é muito importante, pois você precisará receber seu salário, fazer seguro saúde e pagar impostos. Existem muitas opções de bancos na Alemanha, e sua escolha dependerá da sua preferência.

Para abrir a sua conta corrente em qualquer estabelecimento alemão, você precisará do seu Personalausweis, ou seja, Identidade.

Número 4: Autorização de residência

A autorização de residência é algo diferente do visto, e você precisa de uma autorização de residência para viver e trabalhar na Alemanha. Conhecido como Aufenthaltserlaubnis.

Ela tem o formato de um cartão de plástico com um chip biométrico.

Para obter sua autorização de residência no escritório de imigração (Ausländeramt), você precisará concluir as etapas mencionadas anteriormente, preencher o requerimento para o escritório de imigração e, o mais importante, marcar uma consulta para apresentar os documentos exigidos.

Número 5: Escolha um plano de telefone

Existem três redes na Alemanha e centenas de operadoras de planos móveis.

Cada operadora de plano móvel faz parte de uma dessas três redes.

Em geral, todos eles são bons e oferecem três tipos diferentes de pagamento:

Pay-As-You-Go: chamadas e mensagens de texto cobradas por minuto / SMS

Pacotes pré-pagos:          pacotes mensais incluindo ligações, mensagens de texto e dados

Contrato pós pago:          contratos anuais, incluindo ligações, mensagens de texto e dados.

Número 6: Conectando-se em casa

A sua casa vai ter que estar conectada aos serviços públicos como água, eletricidade, gás, telefonia e internet.

O importante é saber que o fornecimento de eletricidade na Alemanha é feito por diversas empresas que concorrem entre elas. Se você não escolher um fornecedor por conta própria, será automaticamente inscrito para a tarifa Grundversorgung (fornecimento básico) da empresa de eletricidade local. Essa tarifa é geralmente uma das mais caras do mercado. Então, por um lado, você economiza o incômodo de configurar a eletricidade por conta própria, mas, por outro lado, você está pagando muito mais do que precisa.

O truque é fazer um pouco de pesquisa, comparar as opções e contratar o mais barato. A qualidade no fornecimento é o mesmo!

Número 7: Saiba mais sobre os impostos

Como você ficará por um tempo, é aconselhável aprender sobre o sistema tributário da Alemanha. Na Alemanha, o imposto de renda é progressivo, começando em 1% e aumentando gradativamente para 42% ou 45% para rendas muito altas. Também é obrigatório o pagamento do imposto solidário, que é de 5,5% do imposto de renda.

Além disso, indivíduos e famílias são obrigados a pagar alguns impostos especiais, como o imposto de domicílio GEZ e o que financia a radiodifusão pública, Rundfunkbeitrag. Se você decidir se juntar a uma congregação, espere pagar cerca de 8-9% de sua renda para a Igreja.

Número 8: Dica que sempre menciono: fale o idioma do país, neste caso o alemão

Você pode até se virar com o inglês nas grandes cidades, mas no dia a dia, o alemão será necessário.

Quando se trata de escolher cursos de alemão, as possibilidades são infinitas – desde aulas intensivas até aulas de fim de semana, tudo dependendo do seu tempo disponível.

No Brasil eu recomendo a ATÊNEO, que é uma escola de idiomas online, baseada em belo horizonte. A ATÊNEO oferece 10% de desconto para os alunos do curso cidadão do mundo.

Por último, vale a pena lembrar que o melhor seria conseguir uma oferta de emprego antes de se mudar para a Alemanha, mas caso você queira ir na cara e coragem, lembre-se que o brasileiro tem direito a permanecer até um máximo de 6 meses na Europa, incluindo a Alemanha sem a necessidade de ter um visto. Você teria então seis meses de prazo para achar um emprego. Não digo que é impossível, mas em um cenário de retração na economia mundial por causa da pandemia, é melhor ter certeza que você tenha como se sustentar antes de passar aperto num país de primeiro mundo.

Sendo assim, estas foram as 9 dicas que posso te dar, caso queira se mudar para a Alemanha.

Um país rico em cultura, lazer e qualidade de vida excepcional.

Para saber mais, como se preparar de maneira eficiente para uma mudança de país, faça o CURSO CIDADÃO DO MUNDO, onde te mostro o passo a passo de uma migração correta. Vamos ver desde da decisão de sair do Brasil até o investimento do seu dinheiro economizado no novo país.

Não perca esta oportunidade, estou aqui para te pegar pela mão e mostrar o caminho.

Faça o CURSO CIDADÃO DO MUNDO. Ele custa menos que uma pizza por mês e ao contratar um dos serviços afiliados, te garanto que você recuperará o seu investimento já no primeiro mês.

Tá esperando o que para melhorar a vida da sua família?

Venha ser um cidadão do mundo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *